Facebook

Institucional

Uma Vida - Sr. Salles

A palavra Umbu provém do termo tupi um'bu e significa "árvore-que-dá-de-beber”. 

O fruto Umbu vem do Umbuzeiro. Uma árvore de pequeno porte, de copa larga, originária dos chapadões semiáridos do Nordeste brasileiro. 

Foi chamada "árvore sagrada do Sertão" por Euclides da Cunha por oferecer sombra e aconchego, conservar água em sua raiz e produzir uma batata, que em época de grande estiagem, é utilizada como alimento. 

O umbuzeiro vive mais ou menos 100 anos e é um símbolo de resistência.

Da semente ao fruto, é preciso que muita coisa aconteça.

A história de vida de Antônio José Salles da Silva, em parte, assemelha-se a de tantos outros brasileiros nascidos no nordeste do País. A vida, desavisada, mostrou-se interessada em também ser dura com o pequeno Salles.
E foi, ainda sem saber do que ele era capaz. 

Filho de Dona Dalva, costureira, e “Seo” Romão, servente na Leste Brasileira e agricultor, nasceu no Sertão da Bahia, na cidade de Queimadas. Testemunhas de incontáveis histórias tristes, pai e mãe firmaram um pacto: fosse o que fosse, seus filhos estudariam e fariam do conhecimento a ferramenta de transformação na vida da família. 

Assim, mesmo trabalhando desde os 5 anos de idade, Salles nunca abandonou os livros. Transportou água no lombo de jegues, entregou doces produzidos pela mãe e, antes de completar 10 anos, partiu para Alagoinhas em busca de melhores condições para a família. E de estudos para si. 

Formou-se, virou adulto e, levando adiante seu desejo e de seus pais, prestou seu primeiro vestibular na Universidade Federal da Bahia, sem sucesso. Levantou a cabeça, tomou fôlego e prosseguiu sem jamais ter desistido. Aos 24 anos, mesmo trabalhando em tempo integral, conseguiu ser aprovado no vestibular na UFBA, graduando-se em Bacharel em Ciências Contábeis, anos depois. 

Constituiu família e, ao lado de Dona Ana, obteve grandes vitórias e solidificou seus ideais. Virou empresário e presidente do Sindicato dos Contadores do Estado da Bahia. 

Em 2000, junto com amigos, montou sua primeira faculdade para, em seguida, montar as demais, tornando-se um exemplo de superação e determinação. Apoiado na educação, Antônio José Salles da Silva nunca desistiu e virou um símbolo de resistência. Assim como o Umbuzeiro. 

"Não tenhamos pressa.
Mas não percamos tempo."

José Saramago.

veja também Veja Também